Operações do MPCE investigam suspeita de corrupção e de lavagem de dinheiro em Maracanaú

O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio das Promotorias de Justiça de Maracanaú e do Grupo Especial de Combate à Corrupção e a Polícia Civil do Ceará deflagraram, nessa terça-feira, no município de Maracanaú, a “Operação Fantasma” e a “Operação Sued” para investigar suspeita de corrupção e de lavagem de dinheiro.

Foram cumpridos 21 mandados de busca e apreensão. Além disso, foram expedidos cinco mandados de prisão e efetuadas três prisões. Os mandados foram cumpridos na Câmara Municipal de Maracanaú, em residências particulares e em sedes de empresas. O processo tramita em segredo de justiça e os detalhes relacionados aos alvos das Operações não podem ser divulgados.

A “Operação Fantasma” teve como finalidade apurar suposta contratação de servidores fantasmas na Câmara Municipal e a suspeita de desvio de recursos da remuneração de servidores daquela Casa Legislativa. Já a “Operação Sued” busca debelar o esquema de lavagem de dinheiro e crimes antecedentes, com suposto envolvimento da Empresa Sued, localizada em Maracanaú.

Leia a Anterior

Ceará é o quarto estado com a maior quantidade mortes não esclarecidas

Leia a Próxima

Castanhão: maior açude do Ceará atinge segundo pior volume da história para setembro