Prazo para apresentação de propostas no Programa Ciência na Escola termina nesta sexta-feira (12)

No total, R$ 100 milhões serão distribuídos em diferentes escalas de projetos

Foto: Seduc

As instituições de ensino interessadas em participar do Programa Ciência na Escola (PCE) tem até às 23h59 desta sexta-feira (12) para apresentarem suas propostas. O prazo tinha se encerrado em 24 de junho, mas foi prorrogado até esta sexta.

A finalidade do programa é aprimorar a qualidade do ensino de ciências nos cursos fundamental e médio das escolas públicas, estimulando alunos para as carreiras científicas e qualificando os professores para esse tipo de disciplina, além de fortalecer a interação entre instituições de educação superior e escolas de ensino fundamental e médio.

As redes de instituições que envolvam escolas, universidades, centros de ciência e espaços de desenvolvimento científico e inovação podem concorrer a um incentivo do governo federal para apresentarem projetos em seus respectivos bancos escolares.

No total, R$ 100 milhões serão distribuídos em diferentes escalas de projetos, como estadual (R$ 4 milhões), interestadual (R$ 10 milhões) e regional (R$ 20 milhões).

Chamada Pública

Uma chamada pública para destinar recursos a pesquisadores com estudos relacionados ao tema, com foco no ensino de matérias dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio, também está entre as medidas esperadas. O Objetivo é disseminar a prática científica e aproximar universidades, instituições científicas e tecnológicas e escolas públicas.

Os ministérios vão implementar uma plataforma que ganhou o nome de “Ciência é 10“, voltada à qualificação de professores em assuntos vinculados à área. Professores poderão fazer especialização a distância em ensino de ciências. Além disso, outra plataforma foi desenvolvida pela Rede Nacional de Pesquisa para facilitar o acompanhamento das ações do conjunto do programa.

(*) Com informações da Agência Brasil.

Leia a Anterior

“O deputado Nezinho Farias aceitou o pedido de desculpas, o grande problema é o estrago”, pontua Luzenor de Oliveira

Leia a Próxima

Reforma da Previdência: votação entra no 4º dia