Entenda: bancada cearense debate corte na educação, mobilização na Praça da Bandeira e deputados faltosos

Dos 22 deputados federais do estado, apenas 9 participaram de reunião que debate corte na educação

Jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, no Jornal Alerta Geral / Foto: Redação

O governador Camilo Santanta, deputados cearenses e senadores se movimentam contra o corte de 30% em universidades e institutos federais do Ceará anunciados pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. Nesta quarta-feira (14), cearenses se reúnem na Praça da Bandeira, a partir das 8 horas, para uma mobilização contra a medida anunciada.

Em evento na manhã dessa segunda-feira entre o governador cearense, a vice-governadora Izolda Cela, deputados federais, estaduais e reitores de instituições de ensino federal do estado, o senador Cid Gomes (PDT), também presente, disse que os “cortes são absurdos” e que a sociedade precisa dar uma resposta – quando fez referência a mobilização na Praça da Bandeira.

O governador Camilo fez questão de receber pessoalmente os reitores e a bancada cearense para que definíssemos estratégias de ação e de contraponto a esse absurdo. Será um grande ato de mobilização (na Praça da Bandeira), que todos os estudantes estão convidados a participar.

Estudantes de pelo menos 24 estados brasileiros também irão às ruas contra as medidas do governo no Dia Nacional em Defesa da Educação (15 de maio). No nordeste, além do Ceará, Maranhão, Piauí, Alagoas, Paraíba, Sergipe, Pernambuco e Bahia têm mobilizações programas.

O governador Camilo Santana ressaltou a importância do diálogo entre os parlamentares cearenses para que o quatro fosse revertido. Segundo ele, o tema causa uma série de transtornos às universidades do estado e precisa ser encarado com muita “força contrária” pelos representantes da população.

Ou a bancada federal do Ceará não está sensibilizada ou tiveram boas justificativas para não estarem presentes

O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político desta terça-feira (14), entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que lamentaram a ausência de parlamentares cearenses na reunião. Dos 22 deputados federais do estado, apenas 9 participaram. Dos 3 senadores, apenas Cid esteve presente.

Lista de deputados federais cearenses que foram ao encontro: Antônio José Albuquerque (PP), José Guimarães (PT), Mauro Filho (PDT), André Figueiredo (PDT), Leônidas Cristino (PDT), Eduardo Bismarck (PDT), Robério Monteiro (PDT) e Idilvan Alencar (PDT), além de Domingos Neto (PSD), líder da bancada cearense.

Presidente da AL anuncia audiência para discutir cortes nas instituições federais do Ceará

A Assembleia Legislativa do Ceará realiza no próximo dia 31 uma audiência pública para discutir a situação das universidades federais após o corte de recursos da União. A decisão sobre a audiência foi anunciada durante a reunião com Camilo, pelo presidente da AL, Sarto Nogueira.

Durante mais de duas horas, foram discutidas ações que possam reverter esse bloqueio de recursos. Na reunião, ficou definido que a bancada cearense enviará requerimentos a cada uma das comissões das quais participam para convocar o ministro da Educação a dar explicações sobre a decisão.

Leia a Anterior

Cid Gomes defende mobilização contra cortes de recursos para instituições de ensino

Leia a Próxima

Ausência de Maia e Alcolumbre compromete tramitação de projetos