Presidente do SD, Paulinho contraria partidos e mantém esperança de definição do Centrão

O presidente do Solidariedade, deputado Paulo Pereira da Silva (SP), o Paulinho da Força como é conhecido, mostrou-se confiante de que a reunião dos partidos do Centrão agendada para esta quarta-feira, 11, em Brasília, resulte em um entendimento sobre qual candidato à Presidência o grupo pretende apoiar nas eleições deste ano.

“A expectativa é que a gente possa chegar a um entendimento, até porque estamos próximos da data das convenções”, disse Paulinho, notando que Brasília deve se esvaziar após votada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o que está previsto para esta semana. “Por isso quero ter resolvido isso logo. Depois falar com os deputados fica mais difícil”, disse.

Apesar das declarações de Paulinho, os demais partidos do Centrão indicam que a reunião pode chegar ao fim sem uma decisão. Em entrevista, o presidente do PP, Ciro Nogueira, disse que a definição entre Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PT) deve sair na segunda quinzena de julho. Nos bastidores, o senador piauiense tem defendido um apoio do grupo a Ciro.

Já um integrante da executiva do DEM, que realiza um encontro separado na quarta-feira, disse que o partido ainda precisa “aparar arestas” e acertar detalhes como a forma como essa escolha será feita – se por uma decisão da executiva ou uma votação ampliada com a presença de deputados, senadores e outros dirigentes.

No PRB, que tem dado sinais de que pode rachar com o grupo caso este opte pelo ex-governador do Ceará, os deputados também realizam um encontro separado antes da reunião do Centrão. A ideia é tirar uma posição para levar ao encontro.

Com informações do Jornal O Estado de São Paulo

Leia a Anterior

PSB deve oficializar apoio a Ciro na próxima segunda

Leia a Próxima

Equipe econômica quer barrar aprovação do projeto que cria 300 novos municípios no Brasil