Previdências de servidores de 19 capitais estão no vermelho

O assunto foi destaque no Jornal Alerta Geral desta quinta-feira (6).

Foto: O Globo

Não são apenas os estados que enfrentam dificuldades para sustentar seus regimes previdenciários. As previdências de 19 capitais brasileiras, entre as quais Fortaleza estão no vermelho. O maior déficit é da capital paulista, que em 2017 estava em R$ 4,68 bilhões. A ameaça de exclusão de prefeituras e estados da reforma que tramita na Câmara tem preocupado prefeitos, que estão se articulado para pressionar o Congresso pela manutenção dos municípios na proposta. O assunto foi destaque no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), pelo jornalista, Carlos Alberto Alencar.

O comentarista relata que os rombos são nos chamados Regimes Próprios de Previdência (RPPS), responsáveis pelo pagamento de aposentadorias dos servidos dessas cidades.

Confira a análise completa clicando no player abaixo:

Leia a Anterior

Presidente da Câmara de Tianguá cria impasse para a provação de projeto que beneficia servidores da educação

Leia a Próxima

Seis em cada dez brasileiros devem ir às compras no Dia dos Namorados, mas gasto médio deve ser menor que em 2018, aponta pesquisa