Protestos contra reforma da Previdência e bloqueio de verbas acontecem em pelo menos 15 cidades do Ceará

Mobilizações em Juazeiro do Norte (Foto: Reprodução)

Cerca de 15 cidades do Ceará registraram atos nesta sexta-feira (14), contra a reforma da previdência e o bloqueio de verbas para a educação superior, entre outras pautas. Estudantes e diversas categorias profissionais foram mobilizados para o protesto.

Na capital cearense, a manifestação contra os atos do governo federal iniciou por volta das 8h30. A Avenida da Universidade, no Bairro Benfica, foi bloqueada por manifestantes. Os ônibus foram estacionados na via e tiveram os pneus esvaziados. Os passageiros tiveram que descer e procurar outros meios de transporte. Policiais do Batalhão de Choque fizeram a segurança no local, no cruzamento da Avenida da Universidade com Avenida 13 de Maio.

Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) também estiveram no cruzamento para orientar o tráfego. O trânsito no trecho ficou congestionado.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro), os ônibus não devem mais ser paralisados nesta sexta-feira (14).

Estamos indo para a concentração na Praça da Bandeira. Para participar do ato, da caminhada. Nenhum ônibus vai ser mais paralisado, disse Domingos Neto, presidente do sindicato.

Em nota, o Sindiônibus informou que os ônibus e os terminais operam normalmente em Fortaleza.

Leia a Anterior

Governo acaba com obrigatoriedade de simulador para tirar carteira de motorista

Leia a Próxima

Águas do São Francisco devem chegar ao Castanhão em maio de 2020