Reforma da Previdência: Câmara Municipal de Fortaleza realiza audiência para debater a PEC

O debate será realizado no auditório vereador Ademar Arruda, às 9h, desta segunda-feira (15)

A expectativa dos vereadores é votar o parecer do vereador Renan Colares (PDT).

A Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) realiza nesta segunda-feira (15), às 9h, audiência pública para debater a reforma da Previdência (PEC 6/19). O debate será realizado no auditório vereador Ademar Arruda e tem como objetivo esclarecer dúvidas, questionamentos e como essas possíveis mudanças devem impactar diretamente na vida de cada cidadão. A audiência pública visa também levantar propostas sobre o tema com a sociedade civil, parlamentares e entidades de classe, para contribuir com o debate nacional e mostrar o posicionamento dos fortalezenses sobre a reforma.

O presidente da Câmara Municipal, Antônio Henrique afirma que o debate busca construir um posicionamento dos fortalezenses sobre a reforma. Se aprovado, o projeto do Governo Federal vai modificar o processo de aposentadoria dos trabalhadores brasileiros.

“Nós vereadores estamos trazendo essa discussão para a casa do povo, porque entendemos que de algum modo, a população precisa ter acesso ao assunto e entender essas mudanças, que vão impactar na vida de muitos homens e mulheres. Por isso, convidamos deputados federais e senadores para o debate”, destaca.

A audiência vai contar com a presença de vereadores de Fortaleza, do Senador da República Cid Gomes (PDT/CE), dos deputados federais André Figueiredo (PDT/CE), Mauro Filho (PDT/CE) e Heitor Freire (PSL), do presidente da Assembleia Legislativa do Ceará deputado estadual Dr. Sarto (PDT/CE) e do ex senador José Pimentel.

Além dos parlamentares e da população de Fortaleza, foram convidados também, representantes do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ/CE), Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), Ordem dos Advogados do Brasil Secção Ceará (OAB/CE), Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE/CE) e entidades sindicais, como Sindicato dos Bancários do Ceará.

Leia a Anterior

100 dias de governo da Secretaria da Administração Penitenciária marca nova rotina nos presídios cearenses

Leia a Próxima

Data Folha: 59% dos jovens, negros e de baixa renda afirmam ter medo da polícia