Reforma da Previdência: Câmara Municipal de Fortaleza realiza debate para discutir nova reforma

O auditório vereador Ademar Arruda ficou lotado de representantes de vários segmentos sociais e profissionais, população, instituições e entidades sindicais

Na manhã desta segunda-feira (15), a Câmara Municipal de Fortaleza realizou uma audiência pública para debater a reforma da previdência. O auditório vereador Ademar Arruda ficou lotado de representantes de vários segmentos sociais e profissionais, população, instituições e entidades sindicais.

A audiência pública foi aberta pelo presidente do legislativo municipal, vereador Antônio Henrique (PDT), que aponta a discussão como de interesse de todos, porque implica no futuro da aposentadoria dos trabalhadores.

“Vamos entender melhor a proposta que foi apresentada pelo Governo e propor ideias com a presença de especialistas no assunto”, destacou.

Além de Antônio Henrique, a mesa foi composta pelos vereadores Iraguassú Filho (PDT), Gardel Rolim (PPL) e Guilherme Sampaio (PT), pelo ex senador da República, José Pimentel e o deputado federal Mauro Filho (PDT/CE).

O ex senador e ex Ministro da Previdência, José Pimentel, afirmou que a nova reforma tem como objetivo tirar os poucos direitos que os mais pobres têm no Brasil.

“Eles pegam o Beneficio de Prestação Continuada (BPC), que é assegurado a todo o idoso que tem mais de 65 anos de idade que tem renda de um quarto de salário-mínimo, e eleva a idade para 70 anos. Somente após os a idade estabelecida o aposentado volta a receber o salário-mínimo. Abaixo de 70 anos, a aposentadoria vai ser na média de 400 reais por mês. Isso é um absurdo.”

Leia a Anterior

Salário mínimo passa de R$ 998 para R$ 1.040 em 2020

Leia a Próxima

A 15 dias do fim do prazo, menos da metade declarou Imposto de Renda