‘Restaurar rodovias nesse período de chuva é jogar dinheiro público fora’, afirma Beto Almeida

No entanto, o jornalista ressalta a necessidade da celeridade do Governo com as obras de restauração das CEs, para não haver atrasos

CEs sofrem com período de chuva em todo o Estado. Foto: Reprodução

O Governo do Ceará anunciou, através do governador Camilo Santana em live nas suas redes sociais, que irá destinar R$ 150 milhões para recuperar as rodovias estaduais danificadas durante o período chuvoso de 2019. O Programa Emergencial de Recuperação executará obras em 64 trechos de estrada estaduais, que correspondem a 1.754 km de extensão.

Dentre as estradas que serão recuperadas estão as seguintes rodovias:

  • CE-040, em Fortaleza
  • CE-453, em Aquiraz
  • CE-060, entre as cidades de Aracoiaba e Baturité
  • Rodovia Camocim-Chaval

Beto Almeida destaca o motivo anunciado pelo Governador para não ter iniciado as obras ainda:

“Ele [Camilo Santana] já tinha até falado sobre isso. Disse que os trechos das rodovias estaduais vão passar por recuperação. O governador argumentou que nesse caso específico, começar obras agora nesse período de chuva é pegar dinheiro público e rasgar. Nesse aspecto ele tem razão”, disse Beto.

No entanto, o jornalista afirma que espera celeridade quando as obras iniciarem, para não acontecer semelhante a Frecheiras, quando a chuva interditou rodovia  CE-163 no município de Trairi, Litoral Oeste do estado em 2017 e ainda está sendo restaurado.

Confira na íntegra as análises de Luzenor de Oliveira e Beto Almeida no Bate-papo Político do Jornal Alerta Geral (Expresso FM 104.3 na Capital + 26 emissoras no Interior):

Leia a Anterior

Comissão de Constituição e Justiça tenta, nesta 4ª, votar o parecer da PEC da Previdência

Leia a Próxima

Novo mínimo: líderes da Câmara discutem manutenção do aumento real