Segunda fase da Operação Labirinto prende quatro pessoas e recupera bens avaliados em R$ 4 milhões

A Polícia Civil do Ceará deflagrou uma operação que esultou na prisão de quatro pessoas e na recuperação de bens avaliados em mais de R$ 4 milhões em Fortaleza, Baturité, Capistrano e Itapiúna. Entre os bens apreendidos e recuperados estavam oito veículos, oito empresas, um apartamento, um terreno situado em um condomínio de luxo e uma carta de crédito no valor de 400 mil reais.

A operação, deflagrada nessa quarta-feira, é uma ação integrada da Delegacia Municipal de Quixeramobim, com apoio da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

De acordo com a polícia, o trabalho que faz parte da segunda fase da Operação Labirinto, é resultado de uma série de investigações sobre o envolvimento de integrantes de uma organização criminosa com o tráfico de drogas e outras práticas ilícitas.

A 1ª fase da operação foi deflagrada em abril deste ano e resultou no cumprimento de 80 mandados de prisão e outros 53 mandados de busca contra suspeitos de participar de uma organização criminosa atuante em cidades da região do Sertão Central cearense.

Leia a Anterior

Premiação nacional do Ceará: André Fernandes questiona desempenho de estudantes e professores

Leia a Próxima

Sarto destaca luta da Assembleia em defesa da transposição e do Cinturão das Águas