Ao Vivo! Sérgio Moro explica conversas vazadas no Senado Federal

Ministro da Justiça e Segurança Pública se colocou à disposição após os requerimentos de alguns senadores da casa

Sérgio Moro (Foto: Reprodução)

Nesta quarta-feira (19), os senadores aguardam a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para esclarecer os diálogos com o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato.

As mensagens foram divulgadas em uma série de matérias pelo site The Intercept Brasil. Segundo este, as conversas ocorreram entre 2015 e 2018 e foram obtidas a partir da invasão de aparelhos dos procuradores por hackers.  O conteúdo do diálogo gira em torno das decisões que envolveram o processo de condenação do ex-presidente Lula. 

Esta será a primeira vez em que Sérgio Moro se colocará perante os parlamentares para dar explicações. O ministro terá 30 minutos para uma fala inicial e na sequencia os senadores inscritos terão cinco minutos para réplica. Para responder, Moro terá o mesmo tempo e posteriormente os políticos terão no máximo dois minutos para réplica e tréplica.

Após ser alertado de que haviam requerimentos pedindo suas explicações perante a CCJ, bem como uma CPI sendo preparada pelo senador Ângelo Coronel (PSD-BA) para maiores investigações sobre o assunto, Sérgio Moro preferiu se antecipar e colocou-se à disposição do Senado.

Na próxima semana, no dia 26, Moro deverá dar as mesmas explicações na Câmara Federal. Na ocasião, Moro mais uma vez terá de apresentar argumentos razoáveis para que não se dissemine a ideia de que houve conluio ou algum outro tipo de ação inconstitucional na relação do ex-juiz federal com procuradores da operação Lava-Jato.

Leia a Anterior

Prévia do Índice de Confiança da Indústria recua 1,4 ponto

Leia a Próxima

Vereadores denunciam Prefeito de Barbalha por compra “absurda” de café