“Situação é, no mínimo, esdrúxula”, afirma Beto Almeida sobre eleições em Tianguá e Irauçuba

Eleitores de ambos os municípios retornam as urnas para as eleições suplementares após sucessivas cassações

Eleições fora de época! Após cassar os mandatos do prefeito e vice-prefeito de Irauçuba, e julgar improcedente a eleição do prefeito e vice-prefeito de Tianguá, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará convocou novas eleições suplementares que serão realizadas em ambas as cidades neste domingo (21).

Na perspectiva do jornalista Beto Almeida, que comentou o assunto dentro do Bate-Papo político desta sexta-feira (25), a situação política de Tianguá gera instabilidade e traz problema para a gestão do município que passou pelo mesmo processo de eleição suplementar há pouco mais de um ano:

Já são quatro prefeitos em Tianguá nos últimos três anos, dois foram cassados. É um prejuízo que se gera do ponto de vista de gestão e logicamente pela própria instabilidade política.

Além disso, Beto menciona que o mandato será de poucos meses, ou seja, os eleitores das cidades não terão fôlego, pois os candidatos das eleições de 2020 já encontram-se em pré-campanha.  Ele ainda pontua que o Tribunal Regional Eleitoral revelou custos de mais de R$ 100 mil reais somente com os pleitos suplementares, portanto, a situação, além de desconfortável, gera gastos para poder público.

Leia a Anterior

Incentivo à educação: número de detentos com acesso a sala de aula duplicou em um ano

Leia a Próxima

Universidade Federal do Ceará abre sindicância para apurar relatos de abuso sexual no Campus do Pici