SOP apresenta detalhes técnicos das areninhas a comitiva do Governo da Bahia

O sucesso da implantação das areninhas pelo Governo do Ceará já é referência no Brasil. Tanto que motivou a vinda de uma comitiva da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) à Superintendência de Obras Públicas (SOP-CE) para conhecer aspectos técnicos da concepção e execução do projeto. O encontro ocorreu na sexta-feira (9).

Vicente Neto, diretor-geral da Sudesb, e seus assessores Paulo Santana e Ricardo Leyser, ex-secretário executivo do Ministério do Esporte, foram apresentados a detalhes de arquitetura, engenharia e de funcionamento das areninhas nas comunidades de todo o Ceará. Participaram do encontro o superintendente da SOP, Quintino Vieira, o secretário do Esporte e Juventude, Rogério Pinheiro, a diretora de Projetos de Edificações, Aline Sales, e o diretor de Engenharia de Edificações, Cláudio Brito.

Ana Luiza Mizutani, arquiteta responsável pela concepção do equipamento, apresentou aos visitantes critérios naturais, estruturais e sociais que determinam terrenos aptos receber os campinhos, assim como padrões de adequação ao local. Ela ressaltou haver um manual disponível para orientar a fiscalização sobre as condições da grama instalada. Já Maurício Peixoto, engenheiro da SOP que atua na implantação das areninhas, comentou também o acompanhamento que é realizado junto às prefeituras para garantir a viabilidade da operação dos equipamentos.

“Essa visita é muito boa para nós, é troca, intercâmbio. Aqui temos projetos que são modelo para o Brasil, como as escolas profissionalizantes e as delegacias de Polícia. A comitiva veio em busca dos projetos das areninhas, hoje referência no Brasil. Com isso, o Ceará vai prestar um serviço também ao estado da Bahia. Mais uma vez, o Ceará é modelo para o País”, afirma Quintino Vieira.

“O governador Rui Costa pediu que viéssemos conhecer as areninhas que foram instaladas, os seus vários formatos. Vimos aqui inovações importantes, que levam em consideração o modelo de gestão e também soluções técnicas, como, por exemplo, a iluminação integrada com LED, que no curto prazo garante a compensação do investimento inicial. É uma experiência rica para nós. Iremos aproveitar o que for possível para implantar modelo semelhante no nosso estado”, declarou Vicente Neto.

Não só como estrutura física, mas também como espaço da população para o esporte de formação e de participação as areninhas se consolidam como experiências de sucesso. Foi o que comprovou o titular da Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv), Rogério Pinheiro, que apresentou a iniciativa no Fórum Nacional dos Secretários de Estado de Esporte 2019, realizado em agosto, em São Paulo.

O projeto incentiva a vida ativa, as relações comunitárias e favorece a sensação de segurança, convidando à ocupação do espaço público.

“No nosso modelo de gestão, estamos trazendo a comunidade. Criamos o comitê gestor com a participação ativa dos atores que estão no entorno, e isso gera o sentimento de pertença, evita depredação. Ele organiza a utilização do horário”, explica Rogério Pinheiro. “Disponibilizamos profissional de Educação Física e material esportivo para desenvolver escolinhas para crianças e adolescentes de 7 a 17 anos, e também tem atividades recreativas”, completa.

 

 

 

 

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Leia a Anterior

Modalidades individuais encerram Jogos Escolares do Ceará 2019

Leia a Próxima

Guerra econômica entre China e EUA afeta o Brasil, diz Mourão