Trabalhadores cearenses têm até 28 de junho para sacar benefício do PIS

Em entrevista, o gerente regional da Caixa Econômica alerta que o dinheiro retornará para o Governo Federal caso não seja retirado

Trabalhadores fazem fila para retirar abono salarial / Foto: Reprodução

Cerca de 54 mil trabalhadores cearenses vinculados ao Programa Integração Social (PIS) ainda não retiraram seu abono salarial referente ao ano de 2017 na Caixa Econômica. O prazo para sacar o benefício acaba no dia 28 de junho e o beneficiário que não retirar o dinheiro perde o benefício.

Quem trabalhou mais de 30 dias durante o mês de 2017 e está cadastrado no PIS a mais de cinco anos precisa ficar atento para não perder o prazo. A principal ferramenta para retirar o dinheiro é o Cartão Cidadão. Quem não possuir o cartão precisa comparecer a alguma agência da Caixa portando documento oficial com foto.

O repórter Rodrigo Rodrigues conversou com o gerente regional da Caixa Econômica Federal, Alan Lutife, que detalhou os números referentes ao estado do Ceará, quem tem direito ao benefício e como retirá-lo dentro do prazo estabelecido. Os cidadãos podem esclarecer sua situação no site oficial da Caixa.

Confira a entrevista na íntegra, clicando no player abaixo:

Leia a Anterior

Claudia Leitte conta que os filhos escolheram a grafia do nome da irmã caçula

Leia a Próxima

Preços de passagens aéreas entre Fortaleza e Juazeiro do Norte caem mais de 75%