Transporte público: das 179 cidades cearenses, apenas cinco possuem o serviço

O transporte público coletivo rodoviário só está presente em Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Juazeiro do Norte e Crato

De acordo com levantamento do Sindiônibus, cerca de 179 cidades cearenses não contam com transporte público coletivo rodoviário. No Estado, apenas cinco municípios (Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Juazeiro do Norte e Crato) dispõem desta modalidade

A assessoria do Sindiônibus informa que a maioria das cidades tem serviços muito precários, na maioria dependente de vans que operam sem garantia de regularidade ou controle.

O número, correspondente a menos de 3% de todas as cidades cearenses. Já em todo Brasil, dos 5.570 municípios do Brasil, 2.901 oferecem serviços de transporte urbano, um total de 52% do país. Os dados são da Associação Nacional de Transportes Urbanos (NTU).

Em Iguatu, cidade polo da região Centro-Sul cearense, os mais de 100 mil habitantes também não contam com transporte coletivo urbano rodoviário. Mas a Câmara Municipal de Vereadores vai mudar esse cenário com aprovação da lei que regulamenta o serviço. O processo licitatório para escolha da empresa que vai prestar o transporte coletivo já foi concluído, e a estimativa é de que, até o fim deste ano, seja efetivada a contratação da empresa.

A ideia inicial é atender os moradores da Vila Gadelha, onde estão sendo construídas 900 casas do Programa Minha Casa Minha Vida, distante 8 km do Centro.

Em resposta, a Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce) informou que atua somente no transporte intermunicipal e que “o levantamento do Sindiônibus refere-se apenas ao transporte municipal”.

Leia a Anterior

PDT consegue liminar no Supremo proibindo Moro de destruir provas

Leia a Próxima

Confira as mudanças no trânsito com as obras do Anel Viário