TRE-CE promete criar zonas de combate aos crimes eleitorais

Novas unidades devem ser entregues até o início do próximo ano

Tribunal Regional Eleitoral (Foto: Reprodução)

Visando combater os crimes eleitorais, a Justiça do Ceará planeja criar duas zonas especializadas para articular ações a fim de dirimir os casos de fraude nas urnas e no processo das eleições. A promessa foi dada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), desembargador Haroldo Máximo na última terça-feira (03).

Dentre os planos está o desejo de bater a meta de 100% dos cearenses com cadastro biométrico até as eleições municipais de 2020. No Estado do Ceará, o número ultrapassa 80%, por outro lado, os indíces em Fortaleza preocupam. A Capital soma apenas 53% da papopulação cadastrada no novo sistema.

As Unidades devem atender o eletiorado nos shoppings de Fortaleza aos sábados. Além disso, a nova sede do TRE-CE deve ser entregue até o início do próximo ano, de acordo com novo desembargador Haroldo Máximo.

Leia a Anterior

Comissão debate conjuntura e perspectivas para o agronegócio

Leia a Próxima

Subcomissão vai discutir propostas para o déficit habitacional no Brasil